Sindae - Sindicado dos Trabalhadores - FNU" Sindae - Sindicado dos Trabalhadores - CUT
Sábado, 19 de Abril de 2014

Saneamento em Campinas

 

O município de Campinas capta água dos Rios Atibaia e Capivari, sendo que o Atibaia é responsável por 95% do abastecimento da cidade.
A Sanasa é responsável pelos serviços de saneamento em Campinas, o que engloba a captação, adução, tratamento, reservação e distribuição de água potável, além da coleta, afastamento e tratamento do esgoto doméstico do município.
Atualmente, a empresa municipal atende a cerca de 98% da população urbana de Campinas com 6 estações de tratamento de água, as chamadas ETA´s.
De acordo com informações da Sanasa, “toda a infra-estrutura do sistema de abastecimento de água instalada está dimensionada para atender às novas demandas decorrentes do crescimento da cidade, no mínimo, até 2010, mantendo-se a taxa de aumento populacional registrada nos últimos 10 anos”.
Devido às constantes agressões ao meio ambiente, atualmente, a situação dos mananciais de Campinas é considerada insatisfatória, sendo necessário para o tratamento adequado à água, processos avançados como pré e inter alcanlinização, o uso contínuo de carvão e como desinfetante, a cloramina, mais estável e com menor risco de produção de composto organoclorado.
Segundo a Sanasa, a principal vulnerabilidade do sistema de abastecimento público de água em Campinas são os acidentes provindos de transporte de produtos perigosos, que englobam, sobretudo, o transporte de óleo diesel, metanol, álcool e gasolina produzidos pelo pólo petroquímico de Paulínia e pela indústria canavieira regional, tendo em vista que as principais vias de transporte destes produtos, como a rodovia Dom Pedro I e a Anhanguera, cortam os “corpos d´água” que abastecem nossos mananciais.


Tratamento de esgoto

 

No que se refere ao esgotamento, atualmente, a Sanasa atende 88% da população urbana de Campinas, com 210 mil ligações, por meio de 3.112 Km de redes, emissários e interceptores.
O maior desafio do município encontra-se, entretanto, no tratamento desse esgoto, sendo que a maior parte do esgoto produzido pelo município, mesmo o que é coletado e afastado pela rede pública, é lançado diretamente nos córregos e ribeirões que atravessam a área urbana de Campinas, o que compromete os demais usos de água disponíveis e, sobretudo, a qualidade ambiental da região, além de poluir os afluentes dos Rios Atibaia e Capivari – mananciais onde a Sanasa capta água para a população.


No entanto, as autoridades prevêem que, a partir de 2008, Campinas passe a ter 82% de todo o esgoto doméstico tratado. Com isso, a cidade será a primeira do Brasil em termos de saneamento básico, lugar ocupado atualmente por Brasília, onde o tratamento de esgoto doméstico chega a 75%.
Este será, sem dúvida, um grande salto em termos de qualidade de vida para população da cidade, que em 2001, tinha apenas 5% do esgotamento doméstico tratado.


Recentemente, foi inaugurada a ETE Anhumas, a maior estação de tratamento de esgoto do interior do País. A partir do momento em que esta nova Estação de Tratamento estiver em funcionamento, Campinas passará a ter cerca de 65% do esgoto doméstico tratado, somando-se ao trabalho realizado pelas ETE´s Samabaia, Piçcarrão, Arboreto, Santa Rosa. Durante a inauguração da ETE Anhumas, o atual prefeito de Campinas, Hélio de Oliveira Santos, afirmou que "saneamento é a maior obra em saúde em que se pode investir, é fonte de vida e faz bem aos pobres e crianças. Cada R$ 1,00 investido em saneamento significa uma economia de cerca de R$ 5,00 em saúde e internações hospitalares".
Além da ETE Anhumas, outras ETE´s serão entregues à população nos próximos anos. Outra conquista importante para o município no que diz respeito ao tratamento dos resíduos é a ETL (Estação de Tratamento de Lodo), que provêm do processo de tratamento de água nas ETA´s 3 e 4.
Fontes: Sanasa e ANA (Agência Nacional de Águas)

 

Sindae: 21 anos de
luta e conquista

 

O Sindae (Sindicato
dos Trabalhadores na Indústria da Purificação
e Distribuição de Água...

O Grenasa é o Grêmio Esportivo e Recreativo dos Empregados da Sanasa. A entidade foi fundada... Criada em 1973, a Sanasa (Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S.A.) é uma empresa de... Antigo Serviço Autônomo de Água e Esgoto da Estância de Atibaia, o Saae (Saneamento Ambiental de Atibaia) é uma...